GaloKombi em vídeo

Loading...

domingo, 2 de outubro de 2011

MEDIOCRIDADE À PROVA DE DESCULPAS

Não haverá qualquer desculpa que consiga explicar, não digo nem justificar, o empate contra o Ceará.
Adversário direto na luta contra o rebaixamento, o Galo, que tinha como meta vencer as três partidas que tem em casa em sequência, conseguiu um empate ridículo, depois de várias chances desperdiçadas e com dois jogadores a mais.
Nem a pressão do #DeOlhoNoApito, que fez com que o árbitro fizesse péssimo trabalho, falhando muito em favor do Galo (com uma expulsão incorreta de um atleta cearense, com o gol em impedimento do Galo), serviu para fazer o Galo vencer e diminuir a distância de quem estava fora da Z4. Com o resultado, e a vitória dos paraguaienses, caímos mais uma posição e ficamos em décimo oitavo.
As chances perdidas, as jogadas não ensaiadas, as péssimas atuações de Renan Oliveira, André, J. Obina (que me pergunto como se tornou profissional), o pênalti perdido de Magno Alves (pessimamente batido), as falhas nas finalizações de Bernard, e a previsível nulidade de Didira, mostram que a mediocridade impera no elenco do Atlético.
E pior, medíocre e caro! Tanto em contratações quanto em salários!
E isso sem falar nos pseudo jogadores que estão machucados a sei lá quanto tempo, casos de Cambalhota e Dudu Cearense.
Junte-se a isso, um técnico medíocre, medroso, que não põe o time no ataque e parece desconhecer o elenco que tem mãos, insistindo em alguns jogadores que, efetivamente, não têm a menor condição de jogar em qualquer time de futebol, que dirá no Galo...
Coroando toda a mediocridade do elenco e comissão técnica, temos uma diretoria omissa, que acha que somente o dinheiro vai dar solução nesse caos.
É, a diretoria acha que dinheiro é a solução de todos os problemas, com a contratação de jogadores caros, mas que são apenas gafanhotos que usam o manto sagrado, sugando os recursos do clube, e que, quando chegar a Série B (tomara que isso não se repita...) vão embora, sugar os cofres de outros otários...
Estamos pagando pelos erros da presidência personalista, que resolve tudo sozinho, que gosta de dizer que gosta de mandar no Galo, e que a cada seis meses monta um novo time. E time é modo de dizer, já que esse amontoado de 75 jogadores contratados pelo presidente, não foram capazes de formar uma equipe...
O empate contra o Ceará, com 2 jogadores a mais, com toda ajuda da arbitragem, apesar da presença do movimento #DeOlhoNoApito, do qual fazemos parte como um dos fundadores, e que, como todos podem ver pelo teor deste texto, não isenta atletas e diretoria de mais um fracasso, simplesmente evidenciou que a mediocridade impera no Atlético, em todos os níveis.
E que parece não terá solução tão cedo, dadas as grandes chances de repetirmos o vexame de 2005, confirmando o apequenamento do CAM no cenário nacional, e graças às chances ainda maiores de vermos o atual presidente mandar, como ele gosta de dizer, por mais 3 anos... 

2 comentários:

  1. Rodrigo, me desculpe, mas tenho que discordar do amigo em alguns pontos:
    O Juiz não beneficiou ao Atletico, vamos lá antes do penalti marcado, houve 1 que ele não marcou a favor do Galo, e o que foi marcado, não estava em ompedimento, e isto foi dito pelo juiz que esta comentando no Sportv e este tem muito mais condição de analisar do que eu e você.
    Numa falta um jogador do Ceará deu uma de jogador de volei e o juiz não marcou a mão dp mesmo, que tbm deveria levar cartão amarelo, pq teve a intenção de colocar a mão na bola.
    O jogador do Ceará que foi expulso primeiro, demorou a ser expulso, pela quantidade de faltas que fez e algumas pesadas, e foi expulso em uma leve, mas pela quantidade, mereceu o amarelo.
    Ceará estava fazendo cera por demais, o Claudinei então nem se fala, Pierre o levantou umas 5 vezes e juiz nada fez, o segundo a ser expulso, fazia cera, Juiz mandou ele cobrar a falta, ficou resmungando e dando uma de bobo, juiz então deu o amarelo, ele mandou o juiz ir tomar no FUIM até você teria expulsado o mesmo.
    Ceara fez cera quando e como quis o juiz somente deu 4 minutos sendo que pela lei da FIFA arbitragem deve se dar 30 segundos para cada substituição, foram 5, e o tempo das expulsões, cera que Goleiro fez, Claudinei, jogadores que cairam até mesmo do Galo machucados e o juiz terminou antes dos 4 minutos.

    Claro que no time o que mais tem é mediocridade, ruindade, e falta de vontade, isto venho falando há muitos meses, ou melhor desde o ano passado.

    Tecnico, eu não gosto do seu sistema e até mesmo do seu jeito, mas acho que não é o culpado, outra oportunidade falo poe que.

    Quanto ao Kalil, voces já acostumaram, se chove culpa do kalil e do werley se faz calor é culpa deles tambem, então fica dificil, falar alguma coisa, pq já é critica velada.

    Quanto a contratar um punhado de jogadores, já vou adiantar para voces, vão ter que continuar a falando isto, por que EU GOSTARIA QUE MANDASSE UM PUNHADO EMBORA, voce também tem alguns que não serve pro Galo como disse ahí, então um elenco se forma com um mínimo de 25 AHÍ JÁ ESTOU LHE DANDO MUNIÇÃO PARA ANO QUE VEM falar kalil monta e desmonta time, contratou um montão, como dizem PIADA PRONTA.

    Mas é isto ahí, se tivesse vitoria, não estaríamos aquí, discordando né, e talvez é por isto que muitos no twitter como vi semana passada, estavam torcendo para o Galo ser rebaixado para Kalil não ganhar a eleição, ISTO É SER ATLETICANO. Jones Guerra

    ResponderExcluir
  2. Guerra, o post não se destinou a fazer uma análise do jogo, pois, claro, muitas coisas aconteceram, de certo e errado, a favor e contra o Galo. O que me propus foi analisar todo o contexto em que o time está inserido e, no que efetivamente importava no texto, você percebeu e concordou: a mediocridade. A crítica que apresentei é a da mediocridade geral que impera no Galo, em todos os níveis hierárquicos. É sempre bom recebê-lo por aqui. Abraços!

    ResponderExcluir