GaloKombi em vídeo

Loading...

sexta-feira, 29 de julho de 2011

ATUALIZAÇÕES DA GALOKOMBI

A nova Coluna do Motorista da GaloKombi já está no Galonautas!

A edição 115 do GaloCast já está no ar! Acesse e cornete mais uma participação do Motorista da GaloKombi.

E a GaloKombi foi parar no Vrum. Acesse e confira a matéria!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

VOCÊ NA GALOKOMBI

Iniciamos hoje um quadro semanal: VOCÊ NA GALOKOMBI
Se você já tiver tido a oportunidade de tirar uma foto na GaloKombi envie sua foto com seu nome, data, local para galokombi@gmail.com que, além de publicar aqui no blog, colocaremos no álbum do slideshow aqui ao lado, permanentemente, além do álbum na nossa página do Facebook (facebook.com/galokombi).
O que você está esperando? A Alessandra e a Flávia, a Maria Fernanda, o Bruno César e o Willian Sousa (o sósia do Tardelli) já enviaram as deles:

Maria Fernanda - Rest. Paladino

Bruno Cesar - Bar do Bolota

Alessandra e Flávia - Mineirão - CAMx Flamengo/2009
 
William Sousa (sósia do Tardelli) - Mineirão - Final do Mineiro 2010

quarta-feira, 20 de julho de 2011

SOBRE O PROTESTO DE ONTEM (19/07/11)

Acompanhei o protesto organizado pelo Esquadrão Atleticano, na sede de Lourdes, realizado ontem, dia 19/07/11, ao vivo na Alterosa durante o programa do Marques.
Vi também que o pessoal do Fórum do Galo estava lá, manifestando e postando fotos e vídeos, além da cobertura do Coutinho, pelo Galocast.
E, sinceramente, o protesto só valeu para deixar claro à diretoria que os tempos da conversa mole pra torcida já acabaram, e que a paciência já acabou.
Digo isso porque, efetivamente, o protesto de ontem, infelizmente, não trará resultados imediatos. Não haverá a tão esperada demissão do treinador (por uns), ou de muitos jogadores (para a maioria). Até porque, no protesto, não havia uma "lista de reivindações", por exemplo.
Como pedir a dispensa de uma série de atletas, algo que foi feito, apenas, pelo Bruno Cesar (@zonarock13) e um amigo, que portavam fotos do Patric e Magno Alves com imenso X em suas caras.
Fora isso, de concreto, só o cartaz contra o BMG e Ricardo Guimarães.
A faixa que o Infocam portava, criticando os jogadores "come-dorme" embora tenha o apoio da imensa maioria, inclusive eu, não, serve, com a devida vênia, para um protesto organizado.
Nesses eventos, na minha opinião, o protesto deve ser direcionado contra, no caso, alguém, ou, melhor, contra cada atleta, individualmente, que não está correspondendo.
Por exemplo: Guilherme Santos pelas ofensas aos torcedores; Patric pelo baixo nível técnico; Maluf pelas péssimas contratações; e por aí vai (se for dizer um a um esse post ficaria pequeno para tanta necessidade, e até por isso, talvez, que o próprio protesto não teria como fazer isso).
Mas, para piorar tudo, e, na minha opinião, esvaziar o ato por completo, foi a aparição supresa do Presidente Kalil.
Para muitos, ele desceu pra por a cara a pra bater. Para outros, entre eles eu, foi lá fazer o que sabe: jogar pra torcida e ser aclamado nos braços da massa.
Suas palavras foram as de sempre: começo, cuidado, trabalho, devagar, sofrimento, esperança, paciência...
Nenhuma pergunta mais incisiva lhe foi apresentada, nenhuma resposta concreta foi apresentada, tendo sua aparição se limitado a cbranças sobre acesso ao CT, no que teria respondido (não vi o vídeo em que isso estaria gravado), que haveria um cadastramento de torcidas/torcedores, e a cada 30 dias seria liberado um dia para essa visitação. Quando e como isso seria feito, e ainda, se a visitação seria feita em dia de treino, não foi dito.
E pra encerrar com chave de ouro, o protesto virou sessão de fotos com o Presidente.
Quer dizer, na minha opinião, a recepção aos jogadores no aeroporto foi muito mais contudente que o evento de ontem.
Ah, antes que me apedrejem por aqui, quero esclarecer que não sou contra qualquer manifestação da torcida, em termos de cobrança de atitude de atletas e diretoria. Ao contrário, sendo pacífico, apoio todas.
Mas, devemos observar quando as coisas fazem acontecer e dão resultado e quando não fazem e não dão resultado, como ontem, em que o Presidente foi muito mais perspicaz, e conseguiu fazer a coisa virar em seu favor, esmorecerendo todos os exaltados ânimos de que lá compareceu.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Se arrependimento matasse...

Não vi o jogo e, por isso, quem quiser saber o que achei dele, e de todo o resto, pode ler nossa coluna no Galonautas, clicando aqui

A questão foi que, apesar de não assistir o jogo, pois onde eu estava não havia PFC e nem a conexão de internet permitia acesso aos links de plantão, especialmente, o do pessoal do Galo de Prata13, o que me obrigou a acompanhar, e sofrer, pelo rádio, na Itatiaia.

O jogo não foi bom, a equipe de transmissão (Caixa, Abras, Damião e Lélio Gustavo) estava visivelmente desanimada com o que estavam vendo.

Depois dos 90 minutos de jogo, entendi que perdi 2 horas! 2horas de diversão, de momentos bem mais agradáveis que esses 90 minutos que o Atlético me proporcionou.


E foi aí que vi que se arrependimento matasse eu já tinha passado desta para melhor.

Quer saber porquê!? Porque eu estava em Glaura, distrito de Ouro Preto, numa pousada sensacional (www.encantodeglaura.com.br), e na hora do jogo, curtindo uma roda de viola, com música boa, pessoal nota 10, com minha esposa, até tomando vinho, coisa que normalmente não faço, mas com o frio que fazia caía muito bem, até que cismei que tinha, pelo menos, ouvir o jogo...

Foi o que disse na nossa Coluna no Galonautas: o prazo já está curto para a reação, para que não passemos o aperto de 2010, nem o sofrimento de 2005.

Pelo menos, no fim, tive os braços da Leleka pra me consolar em mais uma derrota do Galo, e ela nem me xingou por tê-la deixado por 90minutos.

Ainda bem! Pelo menos, por enquanto, o Galo não acabou com meu casamento...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

DIA MUNDIAL DO ROCK

No Dia Mundial do Rock deixo esses dois vídeos, o primeiro da múscia Tom Sawyer, do Rush, a banda mais técnica que o rock já produziu, da qual sou fã incondicional.
O outro é para aqueles que, como eu, gostam de rock, mas não conseguem tocar um único instrumento, a menos que seja no Rock Band, como o cara do vídeo, que faz 100% na bateria, na música YYZ do Rush, que é dificílima para músicos. Só para se ter uma idéia, na gravação original de YYZ, Neil Peart, que tocou sozinho no estúdio, terminou a sessão de gravação com inflamação dos tendões dos ombros, cotovelos e punhos...
BOM PROVEITO!



segunda-feira, 11 de julho de 2011

VITÓRIA SIM; TRÉGUA NÃO!

O galo venceu o jogo contra o América, o que serviu para ganharmos mais 3 pontos, sair da Z4 e ganhar um alívio para a preparação contra o Santos no próximo fim de semana.
E só!
A vitória contra o Coelho não pode servir para arrefecer o ânimo da torcida em relação ao time, elenco e clube.
E digo isso porque já vi manifestações (algumas sérias) de que tudo já está bem.
Não, não está.
O time que venceu o América não teve nada de excepcional. Foi apenas regular, desperdiçando inúmeras chances de gol contra um adversário que está na Z4 há pelo menos quatro rodadas.
O América é um time fraco, sem qualquer poder ofensivo ou referência defensiva e, mesmo assim, marcamos apenas 2 gols, o que, convenhamos, é muito pouco para qualquer time que almeje a parte de cima da tabela.
Ainda há muito o que fazer e essa vitória é, apenas, o primeiro passo rumo à mudança de atitude dos atletas. Sim, apenas o primeiro passo, pois não podermos considerar uma vitória numa partida em que o Galo teve altos e baixos, tendo levado certa pressão do América após nosso gol e no início do segundo tempo, seja o reflexo da tão esperada mudança de comportamento.
E, conforme se vê da foto abaixo, tirada pelo amigo Gabriel Castro (@gabrieltim), a tão esperada mudança de comportamento e atitude ainda não veio:

(Ao fundo) Mais uma vez, Guilherme Oliveira falta com respeito a torcida. Lance da comemoração do Gol de Obina


A bem da verdade, 2x0 foi pouco para esse fraco time do América, mas já foi muito para o Galo, diante do que (não) vinha fazendo nos últimos jogos.
A verdadeira questão é que não me iludo com esse resultado. Ainda falta muito para esse time voltar a ter minha confiança.

O jogo contra o América foi apenas o primeiro passo na longa caminhada de reconstrução do time e do Atlético neste ano de 2011, formando a tão necessária base para 2012, quando, enfim, poderemos ter esperança de dias melhores.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

NOSSA LISTA DE DISPENSAS

Como não sei mais o que dizer, reproduzo aqui a nossa Coluna no Galonautas, fazendo o caminho inverso e apresentando a minha lista de dispensas com as respectivas razões.
Ao final apresento as razões para os que não inclui na lista.

EDUARDO MALUF
Maluf encabeça a lista por uma razão muito simples: contratado a peso de ouro, para ser O HOMEM do futebol, responsável pelas contratações, pela gestão do futebol (já que o Kalil disse que não tem que ficar indo no CT), Maluf seria o olho clínico da Diretoria nas contratações, baseado nas contratações realizadas quando ainda era dirigente maria, onde fez, convenhamos, excelentes negócios. E digo negócios, pois, apesar de várias contratações terem dado certo, outras tantas realizadas por lá não mostraram a que veio. Contudo, mesmo desses limões azedos, Maluf conseguiu fazer bons negócios, e obter lucro com laranjas podres. Sua chegada no Galo foi a esperança de uma administração mais profissional, o que, conforme se vê, não está ocorrendo, já que se vê neste período 2010/2011 a mesma sucessão de erros que vem sendo cometida desde 1999. Se estivéssemos na iniciativa privada, com esse desempenho, que pode ser equiparado ao Gestor de RH, Eduardo Maluf já teria sido demitido. Por isso, pelos erros que ele vem cometendo, pela péssima relação custo-benefício, Maluf entra na miha lista de dispensa.


LEANDRO
Além do péssimo nível técnico e da idade avançada, dizem que é um dos líderes do movimento anti-Dorival. Juntando com o fato de ontem ter parecido fingir a lesão e sair de campo, não merece ficar no Atlético.

PATRIC
Esse é produto do estelionato do futebol, praticado por empresários, em DVDs piratas e condescendência de Diretores de Futebol. Afinal, Patric já tinha sido terceiro reserva nas marias e acabou vindo parar aqui por 1milhão de euros! Fraco, tanto no apoio ao ataque como na defesa, além de ter saído da derrota vergonhosa para o Inter gargalhando de alegria, como se estivesse num churrasco, ainda reclamou de vaias da torcida. Reclamar da torcida, como veremos adiante, pra mim, é inadmissível.

GUILHERME SANTOS
Embora seja melhor que Leandro, sendo que teve bons momentos no Galo, não merece permanecer porque ofendeu torcedor em campo. E pronto! Pra mim, só isso já bastaria. Além disso, me irritou muito, os sorrisos após a goleada para o Flamengo, sem falar nos chamegos com a mulambada, e, pra piorar, além da camisa pediu até os shorts do jogador. PQP! Quer camisa do Flamíngua, sai do Galo e passa na loja na Gávea, porra!

SERGINHO
Há muito Serginho deixou de ser técnico para ser só vontade. Perdeu muito da qualidade que tinha antes, após as duas cirurgias. Além disso, os muitos cartões e o destempero em campo só serviram pra prejudicar o time. E contra o Ceará tirou o corpo fora, jogando a responsabilidade para a Comissão Técnica e a Diretoria, mostrando-se omisso e cagão. Não pode! Pra jogar tem que ser foda, assumir responsabilidades e aguentar a pressão. Tchau!

TORÓ
Esse eu quero ver longe, mas muito longe do Galo! Esse desgraçado, além de não jogar nada, em nenhum jogo que foi escalado, gordo, fora de forma, sem condições alguma de jogar em qualquer time de futebol, fez um golzinho só, embora bonito, muito mais pelo lançamento recebido, passou a achar que é o Messi e está acima do bem e do mal. Pra jogar aqui tem que ralar muito! Coisa que não faz, pelo tamanho da bunda e da barriga. E, assim como Guilherme Santos, no jogo contra o Flamengo, a única corrida que esse fidumaégua fez foi até o Ronaldinho Gaúcho pra pedir a camisa dele. E depois de conseguido o gol, quer dizer, a camisa, foi só sorrisos. E, para encerrar, ainda mandou torcedor tomar no c***, no hotel, em Fortaleza. ESSE EU QUERO FORA DO GALO ONTEM!

DANIEL CARVALHO
Sua sina de lesões, cumulada com confusão relativa ao peso e à dificuldade de entrar em forma, sem falar das supostas baladas e das 12 latinhas de coca por dia, fizeram a desconfiança do Dorival, e da torcida, só aumentar. Acredito que ele poderia ser um bom jogador, contribuir com algo de útil para o Galo, mas com o clima criado, acho que não tem mais lugar para ele no Clube.

RENAN OLIVEIRA
Esse é um vaga lume, alternando boas apresentações com péssimos jogos, o que vem irritando a torcida. É eterna promessa, assim como foi Cairo (lembram-se dele!?). Por isso, assim como com Daniel Carvalho, acredito que não haja mais lugar para ele no Clube.


MANCINI
Veio pra cá só com o nome. Futebol que é bom mesmo, já não jogava havia três anos. E parece que ainda vetou outros veteranos para brilhar sozinho. Tá devendo, e muito, pois está vivendo só do golzinho feito na final do mineiro. Por mim, tchau!

GUILHERME
Não fui a favor de sua vinda para o Galo, pois só me lembrava dele jogando bola contra o Galo. Em outros jogos pelas marias, sumia! E muito conhecido maria alertou pra isso. Mas dei alguns votos de confiança, a fim de ver supridas as expectativas boas e ruins. Mas, hoje, não tem como defender esse cara. Não fez, até agora, nada que pudesse ser notado para defendê-lo, Além de contundir com frequência (deve ser por causa do peso extra no traseiro que ele tem que carregar...)

CAMBALHOTA
Demorou 3 meses pra entrar em forma e machucou treinando. Dizem que nos treinos até os zagueiros da base conseguem segurá-lo. Precisa dizer mais!?

MAGNO ALVES
Magno Alves é, no máximo, um bom reserva. É esforçado, inteligente, mas a idade o impede de render o que já rendeu. Hoje é presa fácil nas defesas adversárias, sem falar que, com os demais jogadores não ajudando, sem dar os passes e fazer os lançamentos corretos, aí é que não tem jeito mesmo...

Com o dinheiro economizado nos salários desses três últimos, o Galo consegue trazer um bom meio campo!

CELSO RESENDE, MANOEL FALEIRO E LUIS OTÁVIO KALIL
Você não sabe quem são esses? São os preparadores físicos do Galo. E porque estão aqui!? Simples: porque todos os jogadores que foram contratados do exterior demoraram três, quatro meses para entrar em forma. Outros que voltaram de cirurgia, caso de Daniel Carvalho, também demoraram a entrar em forma. E Toró, que continua do mesmo jeito!? Nos jogos contra Flamengo e Ceará, os jogadores andaram em campo. E as seguidas lesões: Guilherme, Richarlysson, Leandro, Daniel Carvalho, Berola, Mancini, só os que lembrei, já foram e voltaram do DM em mais de uma oportunidade.

BARBIROTTO
A celeuma das más atuações de Renan Ribeiro está identificada: é o preparador de goleiros. A prova foi o jogo contra o Ceará, em que o Giovani cometeu os mesmos erros que o Renan. Pra mim, já bastou!

Muitos irão perguntar sobre as ausências de Richarlysson, Wesley, Ricardo Bueno, Jheimy, Dudu Cearense, Giovanni Augusto, Eron, Lima, Werley, Réver, Leo Silva e até do Kalil e do Dorival Júnior
Digo, apenas, que alguns desses ainda tem, pra mim, lugar no time, basta dar treino e orientação.
Quanto a Kalil e Dorival, a questão é mais complicada.
No caso do Kalil, embora no futebol ele seja um fracasso até agora, na questão administrativa-financeira, vem sendo bem avaliado pela torcida. A questão, talvez, como sugeri acima, seja trocar o Diretor de Futebol, e trazer um que entenda, efetivamente, de futebol, coisa que o Maluf parece que esqueceu.
Dorival é outro problema, pois, precisamos saber primeiro se ele está perdido mesmo, diante de todos esses problemas (contusões, suspensões, etc.), se está sendo boicotado mesmo ou se está a fim de ir embora.
De toda forma, uma providÊncia deve ser tomada imediatamente, para que a torcida não necessite de ver imagens como essa:

segunda-feira, 4 de julho de 2011

O AMADURECIMENTO DA TORCIDA

Não comentei aqui, sobre o jogo do Galo contra o Inter, na quinta-feira, tendo feito apenas na nossa coluna no Galonautas (quem quiser ler clique aqui).
Mas, passado um tempo, e com a cabeça mais fria, arrisco essas palavras, amparado no que li nestes dias, nos diversos blogs, sites, redes sociais e seja lá mais o que for que noticie o dia-a-dia do Galo.
E pude perceber que a torcida amadureceu.
Claro, sempre vão existir os baba-ovos de costume, mas uma parcela da torcida parece dar sinais de amadurecimento.
As cobranças sobre jogadores e técnicos, que sempre existiram, começam a ultrapassar as quatro linhas e subir em direção à tribuna...
Li diversas cobranças ao Presidente, ao Diretor de Futebol, sobre os mais variados assuntos, desde títulos e contratações, até sobre pedidos de paciência, passando pelo saco cheio do famoso bordão "trabalho, trabalho e trabalho".
Eis alguns exemplos:

"O Presidente costuma dizer que, até o dia 31 de dezembro, há um homem no comando do Atlético, mas ninguém sabe ainda quem é esse homem. Será algum dos jogadores que lideram grupos? Será o diretor Maluf que traz meia do Qatar, com Bernard fora do banco de reservas, entre outras trapalhadas?" (Fael - Camisa Doze - http://camisadoze.net/2011/07/nao-ha-luz-no-fim-do-tunel.html)

"Ontem no twitter, cheguei a isentar Dorival de culpa, mas pensando friamente, ele é sim um dos culpados, assim como Kalil, Maluf e principalmente os jogadores." (Gabriel Castro - Contagiando Multidões - http://contagiandomultidoes.com/2011/07/um-vexame-atras-do-outro.html)

"Chega de presidente que acha que no fim tudo vai da certo, que estamos no caminho certo e que o importante é pagar em dia e ter estrutura. Pra que isso presidente? Os salários pagos não caem na minha conta, toda essa estrutura se eu não posso entrar! A única coisa em que a torcida pode desfrutar são os títulos. Porque eles não são físicos, não são materiais, não é uma simples taça, mas o orgulho de ter vencido, o poder de gritar é campeão em que naquele momento ninguém mais pode. Chega de desmanche em meio de campeonato. Chega de contratar em Massa, e vender os ídolos. Chega de contratar por Dvd ou por indicação de empresário." (Thales Eduardo - Galo de Prata 13 - http://galodeprata13.blogspot.com/2011/07/dor-sem-fim.html)

"Depositamos todas as nossas fichas em uma pessoa, demos a ele apoio e confiança, que até o momento não foi retribuído. O presidente do Clube Atlético Mineiro, quando assumiu o clube foi enfático ao dizer que os torcedores não precisariam entrar na internet para saber sobre jogadores que estariam chegando ao clube. E infelizmente não foi isso que aconteceu! Alguns erros são constantes na vida da instituição e uma delas são as contratações sem critério." (Leonardo Guerra - Galo é Minha Vida - http://galoeminhavida.com/2011/07/goleada-de-erros.html)

"E não espero nada de reforços de uma diretoria sonolenta e míope, que, apesar dos apelos de milhares de atleticanos em relação ao fortalecimento do time, se faz de surda, como se tudo fosse uma bobagem de gente que não entende nada. Pois é, são nessas horas que a gente constata quem é que entende alguma coisa. E quem se julga dono da verdade e não é. Manter um time desses sem reforços, durante tanto tempo, sem ouvir ninguém, só pode vir de UMA CAMBADA DE IRRESPONSÁVEIS!!!"""" (Roberto Filho - Lances e Nuances - http://lancesnuances.wordpress.com/2011/07/01/vergonha/)

"Ser presidente, ser marrento, falar demais, não é questão de ser líder e nem ter uma boa gestão. Os jogadores não tem que ter medo e sim respeito, transmitindo isso durante as partidas trabalhe mais e fale menos." (Gilbert Silva - NotiGalo - http://www.notigalo.com/2011/07/mais-uma-vez-o-galo-decepciona-sua.html)

Esses foram alguns exemplos.
E essa cobrança, feita à diretoria, é boa. Mostra que a torcida do Galo não é essa massa de manobra, de ignorantes que muitas vezes diretoria, técnicos, jogadores e imprensa acham que é.
Eu já havia dito, ainda em 2008 (e quase fui apedrejado, como se opinião fosse blasfêmia), que não queria o Kalil como presidente do Galo, justamente por causa de sua postura de torcedor-presidente e não de presidente-torcedor, que acaba metendo os pés pelas mãos, tal como ocorrido na época das ligas, em que ele era diretor de futebol, e fez o que fez, com contratações ruins, dispensas inexplicadas e súbitas, além de causar a perda do prestígio que o Atlético tinha até então, justamente por causa da postura inflexível na defesa das ligas, em que todos sabemos o desfecho amplamente favorável a Ricardo Teixeira.
E, até agora, dou minha mão à palmatória em parte, pois, se na questão administrativa a coisa parece estar indo bem, e digo parece porque só temos como fonte das informações de finanças o próprio Atlético, e por isso não temos como confirmar as informações, numa espécie de auditoria externa da torcida, no quesito futebol, chamado pelo próprio Kalil de "carro-chefe" do Clube, a situação não é boa. Pelo contrário!
Pela terceira vez em três anos, Kalil recria o time. De 2008 para 2009, tudo o que era herança do Ziza praticamente foi expulso do Galo. De 2009 pra 2010, demissão de Celso Roth e contratação do ridículo Luxemburgo (que não canso de dizer que fui contra e provo - clique aqui), além da dispensa de diversos jogadores que eram a espinha dorsal daquele time, com a contratação de quase dois times ainda em 2010, e a demissão de vários deles em 2011, com a contratação de um time inteiro, cuja maioria não apresentou os resultados esperados. Muitos deles já fora de combate em outros países, que vem aqui passar uma temporada, sem qualquer compromisso sério com o Galo. E, como já sabemos, sem compromisso, sem interesse no que se faz, ninguém chega a lugar algum. E isso, que já vimos claramente em 2010, para mim, começa a se repetir em 2011.
Kalil acha que o dinheiro do BMG resolverá tudo e repete, assim, o mesmo erro de 2010! Não é o dinheiro que irá tirar o Galo desse atoleiro que nos metemos, mas as pessoas. As pessoas com interesse que o que vimos em 2010 não se repita. Pessoas verdadeiramente interessadas no sucesso do Atlético, o que, até aqui, são poucos.
Espero que as cobranças sirvam para abrir os olhos dessa diretoria, que, se na área administrativa está fazendo, ao que parece, um bom trabalho, dentro de campo está em dívida, e muita, com a torcida.
Como disseram vários blogs: chega de melhor CT, chega de melhor média de público, chega de melhor torcida, chega de muitas contratações. QUEREMOS RESULTADOS! QUEREMOS TÍTULOS!
E a virada tem que ser agora, sob pena da não suportamos mais as ofensas que os últimos elencos do Galo nos tem feito, e transformar nossa desilusão em desprezo, o que acabará por transformar O Grande Clube Atlético Mineiro num novo Guarani de Campinas...