GaloKombi em vídeo

Loading...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

#DEOLHONOAPITO


O movimento #DeOlhoNoApito nasce da união de sites atleticanos, além de usuários de redes sociais, que passarão a fiscalizar e divulgar as ações das arbitragens nos jogos do Atlético. O ideal do grupo é combater qualquer injustiça praticada dentro dos gramados, para que tenhamos um resultado justo, o que, comprovado por vídeos, não vem acontecendo no Campeonato Brasileiro.
O movimento #DeOlhoNoApito não tem o intuito de ofender a qualquer pessoa ou profissional, mas somente questionar erros que poderiam ser evitados e parabenizar os árbitros que não influenciarem nos resultados das partidas.
Através de análise de lances decisivos e outros que muitas vezes passam despercebidos, fica claro que o Atlético poderia estar numa situação mais confortável na tabela.
O movimento #DeOlhoNoApito não exime a culpa dos jogadores, técnicos e Diretoria do clube, mas esses fatores não podem ofuscar os seguidos erros da arbitragem, que coincidentemente, ou não, sempre prejudicam o Clube Atlético Mineiro.
O movimento #DeOlhoNoApito fará uso de todos os veículos de comunicação, como Twitter, Orkut, Facebook, Rádios e Fóruns virtuais, além de sites e blogs alvinegros que farão o possível e o impossível para defenderem a bandeira atleticana. Não queremos ser beneficiados de forma alguma, mas também não deixaremos que erros sejam cometidos repetidamente sem que providência alguma seja tomada. Nossa luta é por um resultado justo, conquistado dentro das quatro linhas, sem interferência alguma de terceiros.
O #DeOlhoNoApito estará nos estádios e buscará outras formas de interagir com a Massa. Esperamos que a causa ganhe adeptos em todos os setores ligados ao futebol, pois essa é uma luta pela verdade, a mesma verdade que o jornalismo busca diariamente.
Estaremos na arquibancada, com o coração em campo e de olho no apito.
Contamos com vocês!

 
A GaloKombi apóia e integra o movimento #DeOlhoNoApito por ser um movimento 100% criado e administrado pela torcida Atleticana, não tendo qualquer ligação com o Clube Atlético Mineiro e sua Diretoria, pois, não queremos ver o Galo favorecido, só não queremos vê-lo prejudicado.

Blogs e sites fundadores do movimento #DeOlhoNoApito:


Cam1sado2e - Forum do Galo - Galocast - GaloKombi - Galonautas Lances & Nuances - Portal do Galo - Terreiro do Galo

Apoiam:
Blog Canelada - Contagiando Multidões - Galo é Minha Vida - Galo é Meu Amor - Galo Forever - Galo Forte - InfoCam13 - Os 13 Atleticanos
Torcidas Organizadas que apoiam:
Esquadrão - Força Jovem Atleticana - Galoucura - Movimento 105

E você também pode ajudar o movimento. Basta seguir o @deolhonoapito no twitter sempre com a tag #DeOlhoNoApito, curtir a página no Facebook: www.facebook.com/DeOlhoNoApito e acessar a página na internet: http://www.deolhonoapito.com.br/

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

DE OLHO NO APITO

A Massa Atleticana inicia um novo movimento que vai registrar os erros dos juizes que prejudicam o Galo.

E a GaloKombi apóia e participa deste movimento!

Em breve maiores informações!

Mas você já pode ajudar na campanha:

No Twitter: siga o @DeOlhoNoApito e com tag #DeOlhoNoApito

No Facebook, curta a página do movimento: www.facebook.com/DeOlhoNoApito.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Didira e Carlos César: Os Salvadores da Pátria da Hora!




Didira. Mais uma aposta furada do Maluf? - foto: Angelo Farias
Carlos Cesar. Solução da lateral direita? - foto: site do BOA
O Atlético acaba de anunciar a contratação de Didira, 23 anos, por empréstimo ao ASA de Arapiraca, até maio de 2012.
Anunciou, também, a contratação de Carlos César, também por empréstimo, ao BOA Varginha.
Pelo que se viu das notícias nos diversos sites, Didira é qualificado como versátil e bom jogador. Carlos Cesar tem sido destaque no BOA, nessa Série B.
Mas, vamos ser sinceros: os caras são destaque da Série B! E jogador de Série B não pode ser comparado no nível de Série A. Esse tipo de jogador temos aos montes no nosso elenco atual, e o resultado é esse aí que estamos vendo.
Tomara que Didira e Carlos Cesar não sejam os mesmos craques que disseram ser Jonatas Obina, Patric, Caio, Ricardo Bueno, por exemplo, todos eles, exemplos de jogadores que se destacaram em suas equipes originárias, e não por coincidência, times grandes nos seus estados/cidades, mas pequenos no cenário nacional.
Craque em time pequeno pode não se confirmar em time grande. Especialmente em time grande em crise permanente, como é o nosso caso!
Com essas contratações, a ira da torcida com o Eduardo Maluf só vai aumentar, porque têm tudo para se mostrarem mais uma aposta mal feita, que tem tudo para darem errado.
Pode ser que eles cheguem e arrebentem, e resolvam todos os nossos problemas, nas suas respectivas posições, e torço por isso, sinceramente, mas acredito não vão dar certo.
A pressão em cima de ambos vai ser muito grande, especialmente em cima de Carlos Cesar, contratado para resolver os problemas crônicos da lateral direita.
Assim como sobre Didira, que, apesar de ser, segundo o @marcoscanca, passageiro da GaloKombi, mineiro, atleticano, e morador de Arapiraca, conhecedor do futebol do rapaz, melhor que Dudu Cearense, Richarlyson e Caio juntos, além de ser o principal jogador do time do ASA, já que vem suprir outro crônico problema do Galo: o meio campo.
Mas com o devido respeito, Didira, apesar de ainda contar apenas com 23 anos de idade, e estar no ASA desde as categorias de base, se fosse mesmo isso tudo que estão dizendo, já era para ter se destacado e sido negociado com algum clube grande, especialmente os grandes do Nordeste, como Ceará, Náutico, Sport, por exemplo...
O mesmo vale para o Carlos Cesar, afinal, com 24 anos, apareceu só agora, e na Série B, depois de ter passado pelo Guarani de Divinópolis, que hoje se limita a disputar os torneios da Federação Mineira.
É muito pouco!
A verdade é que chegaram mais dois jogadores de Série B, para um time que luta desesperadamente para ficar na Série A.
Que me desculpem todos, mas a conta não fecha...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

E A SINA CONTINUA...

A sina do Atlético continua: boa apresentação sem vitória.
Mas, sinceramente, esse papo já encheu, afinal, desde 2010 estamos com ele, como uma desculpa pelos maus resultados do time.
E contra o Flamengo, mais uma vez, a desculpa apareceu, pois, criamos, fizemos boas jogadas, alguns jogadores mostraram mais raça, mais vontade, não ocorreram grandes erros individuais, mas, pra variar, a vitória não veio.
Tinha tudo para dar certo, pelo que se viu do desempenho em campo, no geral, apesar dos problemas de sempre, inclusive de escalação (nem preciso mencionar o nome do Serginho, certo!?) mas, novamente, a vitória não veio.
E dá-lhe mais sofrimento, como prevemos aqui, neste espaço, dois posts atrás. O jogo contra o Flamengo mais uma vez, confirmou isso.
Sofrimento que vai desde a escalação equivocada de alguns jogadores, como a postura de outros, e as falhas recorrentes de outros tantos.
Essa é a sina do Galo em 2011, e não temos como escapar disso... Vai ser assim, e pronto! É torcer para o Galo engrenar suas 7 vitórias, garantir a permanência na Série A, chegar o fim do ano rápido, e, novamente, iniciar a nova preparação do projeto de reestrutura do time (porque do clube o presidente garante que já ocorreu), de dois anos, com previsão, confiável, de títulos, a partir de 2013...
E, como era de se esperar, o Renan Oliveira que entrou em campo foi aquele que a torcida detesta, o que fez raiva até no Cuca.
E a sina continua...

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Devagar com o Andor que o Renan Oliveira é de Barro

No jogo de logo mais contra o Flamengo, muitos torcedores já vem demonstrando um entusiasmo mais que exagerado com a simples possibilidade de entrada em campo de Renan Oliveira, no meio campo, para fazer dupla com Daniel Carvalho, outro que, até pouco tempo atrás, era a escória do time.
Muito do entusiasmo é decorrente mais pelo seu retrospecto particular contra o Flamengo, do que pela qualidade técnica própria, já que nesses jogos ele sempre regulou, marcando gols, fazendo jogadas sensacionais, como as que vc vê abaixo:



Mas a pergunta é: Se Renan Oliveira for escalado, qual Renan Oliveira estará em campo? Esse dos gols e jogadas acima, ou aquele que vive parecendo precisar de Red Bull!?
Renanzinho é daqueles jogadores muito técnicos, que, tendo condições de fazer suas jogadas, desmonta qualquer defesa e nos faz acreditar que temos um novo craque mundial. Porém, se não tiver condições de jogo, fica apagado em campo, e, diante da ansiedade da torcida, consegue catalizar toda a raiva e frustração da torcida.
E, pessoalmente, no jogo de hoje, depois de tanto tempo parado, se recuperando de contusão, são grandes as chances de se apresentar o Renan apagado, que nunca foi unanimidade entre a torcida.
Espero que isso não aconteça, mas diante de uma parada tão grande, que não se surpreenda o torcedor que espera uma apresentação exuberante do meia.
Por isso, cada torcedor, hoje, na Arena, tem que ter a cabeça fria e no lugar para entender que se Renan Oliveira não for escalado, ou não jogar do futebol que normalmente joga contra o Flamengo, não é o fim do mundo, porque, se Cuca deixar, fazendo, simplesmente, o simples, que é não escalar Serginho e Richarlyson, ainda temos grandes chances de vitória, com Daniel Carvalho e Bernard.
VAMO GALO!

domingo, 18 de setembro de 2011

PRENÚNCIO DE SOFRIMENTO

Depois de três vitórias, ainda que contra os concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento, o Galo sofre nova derrota, desta vez, para os falsos goianienses.
O jogo em si foi fraco, aliás, como foram todos os demais jogos do Galo neste brasileirão, tanto no primeiro, quanto neste início de seguindo turno.
A derrota pode ser creditada, exclusivamente, ao técnico Cuca, que tirou Berola, por lesão, para colocar o SURPREENDENTE, INIGUALÁVEL, ESTUPENDO! Richarlyson...
Com essa magnífica intervenção, Cuca foi mais Cuca do que nunca...
E, com Guilherme Tanajura, Serginho, Richarlyson, J. Obina, não vai ter outro jeito... É isso que está e pronto!
Ou seja, vamos aos trancos e barrancos, com uma vitória aqui, uns empates ali, várias derrotas acolá, até o fim do ano, para fazendo contas, permanecer na Série A.
Não nos enganemos. A partida contra o Atlético/GO foi o balde de água fria, o choque de realidade que alguns de nós já precisávamos, depois dos primeiros resultados do returno, que fez muitos acreditarem até em vaga na Libertadores, de que ainda teremos muito sofrimento até Dezembro.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ALGUÉM SENTIU FALTA DO RICHARLYSON?

Galo vence o Bahia, por 2x0, sai da zona de rebaixamento, com excelente apresentação de Daniel Carvalho, mas isso, pra mim, ainda não basta.
A vitória foi boa, claro, não questiono isso, e nem estou criticando quem comemorou. Eu comemorei, e muito.
O que quero dizer é que, apesar da vitória, ainda não fomos bem, especialmente se considerarmos que, apesar da fragilidade do Bahia, que ainda tinha um a menos desde o fim do primeiro tempo, vencemos só de 2x0.
Era jogo pra fazer saldo de gols.
Como disse na nossa coluna no Galonautas: o esquema com 3 volantes, usado no primeiro tempo, que já não vinha dando resultados nas vezes em que foi utilizado, coincidentemente, contra times grandes, também não deu certo contra o Bahia, considerado pequeno, o que obrigou Cuca a mudar, sacando Serginho, péssimo como sempre, para entrada de Bernard, o que deu nova cara ao jogo.
Com três volantes, Daniel Carvalho fica sobrecarregado e facilmente marcável. Com Bernard parte de suas funções pode ser divida, tornando nosso ataque, apesar de nossos sonolentos atacantes, mais perigoso e ofensivo.
Depois disso, mandamos no jogo, mas perdemos muitas chances. E foi por isso que não gostei.
Mas o saldo positivo foi a mudança de postura dos jogadores, o ânimo renovado dos jogadores e a saída da Z4, o que não é pouca coisa.
Agora, a pergunta que define este post: ALGUÉM SENTIU FALTA DO RICHARLYSON?

sábado, 10 de setembro de 2011

VOCÊ NA GALOKOMBI

No Você na GaloKombi de hoje, só deu João Vitor:

João Victor Quelloti, 5 anos, no dia 21/08/11, no encontro do Clube do Fusca BH, no Museu Abílio Barreto
João Vítor, filho da amiga Renata, e meu vizinho, no dia em que conheceu a GaloKombi! Nesse dia, ele quis morar na Kombi...
E se você quiser ter sua foto publicada aqui basta enviar para galokombi@gmail.com com nome, local e data.

Sítio do Pica Pau Preto e Branco...

É mais uma zoação em cima da gente...
Mas essa, pelo menos, foi criativa...
Especialmente o Sacini e o Maluf de Sabugosa...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

TÚNEL DO TEMPO...

Neste returno o Galo vai repetindo o início do campeonato, com vitórias sobre Atlético/PR e Avaí, derrota para o SP.
Será que vamos repetir no returno o mesmo roteiro da primeira fase? Queira Deus que não, afinal, ninguém aguenta isso mais!
Mas também não seria nada de se estranhar, considerando a aparente "má vontade", para não dizer outras coisas, de alguns jogadores, e da péssima técnica de outros.
Guilherme bunda está totalmente abaixo da crítica; André parece perdido; Serginho tem baixo nível técnico; Renan Ribeiro falhando sistematicamente.
Os erros da formação do elenco de 2011 já se mostraram ainda sob a égide de Dorival Júnior, e nada do que foi feito para melhorar a qualidade do elenco deu resultado. Serviram, apenas, para jogar dinheiro fora.
Com esse elenco que está aí só temos mesmo que torcer contra o rebaixamento, e depois, torcer para que esses jogadores sejam negociados, para, pelo menos, estancar o vazamento de dinheiro dos cofres atleticanos.
A imagem de Kalil já foi manchada com essas contratações (mas isso é assunto para outro post...)
Como disse na nossa coluna do Galonautas: com as modificações realizadas para o jogo contra o SP, Cuca perdeu uma grande oportunidade de testar, objetivamente, a formação que venceu os dois jogos anteriores e que pareceu ser mais efetiva. Se fosse mantida, desde o início, a mesma escalação dos jogos anteriores, neste jogo contra o SP teríamos a chance de ver qual o real caminho do Galo neste returno, pois, com o esquema com dois armadores apresentou vitórias, ainda que contra times pequenos, enquanto o esquema com um armador só, no caso, Daniel Carvalho, utilizado somente contra os ditos grandes, acumulou somente resultados negativos.
E também não gostei da entrevista de Cuca, ao final, dizendo que não garante o Galo na Série A de 2012. Isso foi um absurdo! Por mais que ninguém possa dar essa garantia, Cuca, como comandante do time, não pode escancarar essa opinião, pois o momento é de apoio aos jogadores, que já andam com o moral baixo.
Cuca ficou mal na fita com essa...
O caminho ainda é longo, e confio que o Galo vá se salvar dessa, porque ainda precisamos de 8 vitórias em 16 jogos, e ainda temos os jogos em que poderemos salvar, pelo menos um empatezinho...
Mas essa matemática nos obriga a vencer o Bahia, no próximo domingo e Atlético/GO, para manter uma média alta (eu tinha panejado 13 pontos nesses cinco primeiros jogos) e arrancar pelo menos mais cinco pontos, com, pelo menos, empates contra Flamengo e Inter e vitória sobre o Ceará. 
Eu ainda confio!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

POR FAVOR, SEM PAPINHO DE LIBERTADORES..

Duas vitórias, sem levar gols, já serviram para que a torcida voltasse a sonhar alto, com vaga na Libertadores e, pasmem, até chances de títulos!
É possível!? É! Mas, convenhamos, ainda não é o momento para isso.
Esse tipo de exaltação somente servirá para desviar o foco que, obrigatoriamente, afastar da Z4, e nada mais, até porque, ainda não temos time suficientemente confiável para alçarmos maiores vôos.
E mais, acho até que o Galo não tenha que conseguir vaga na Libertadores de 2012, porque se isso acontecer teremos duas possibilidades: 1. entraremos para perder, como tem sido nossa sina na Sulamericana; 2. Teremos novo desmanche, com novas contratações, que não terão tempo de se entrosar e de fazer uma boa campanha, seja no mineiro, seja no Brasileiro, seja na Libertadores, e ainda correremos risco de fazer, em 2012, o que temos sido especialistas: fugir do rebaixamento.
O momento agora é outro.
É de juntar os cacos e trazer o Galo do limbo! 
Por isso, creio que muito mais útil é, tanto por parte dos jogadores, quanto da diretoria e comissão técnica, e principalmente da torcida, pensar em resolver, definitivamente, esse mau momento do Galo, do que ficar sonhando e projetando um objetivo que, honestamente, ainda acho que não seja palpável.
Para se chegar numa Libertadores, com chances reais de conquista, ou até mesmo de uma boa participação, precisa-se de um time pronto, que necessite de laguns ajustes apenas, e não se sua reconstrução durante o torneio, como tem sido ultimamente nossas participações em qualquer campeonato...
Então, por favor: parem com esse papinho de Libertadores, pois o caminho para se chegar lá ainda é muito longo e não estamos nem perto dele...


Em tempo: Gostaria de render um agradecimento especial ao Dr. Otaviano de Oliveira Júnior, médico do Galo, ortopedista que, no último sábado 27/08/11, fez uma cirurgia para corrigir uma cesamoidite no pé da minha esposa, em que foi tudo bem graças à sua competência mais que comprovada por todos com quem comentei. E agradecê-lo, ainda mais, pela atenção e carinho dispensado, dada a complexidade da cirurgia e da dor que Alessandra reclamou nesses dias, mas que, já está tudo indo muito bem! Se ela deixar, publico aqui a foto da operação.
Ao Dr. Otaviano nossos sinceros agradecimentos!