GaloKombi em vídeo

Loading...

segunda-feira, 28 de maio de 2012

FOI UM JOGÃO!

Galo x Globorínthians foi um jogão.
Não daqueles de encher os olhos com jogadas espetaculares, ou com uma goleada acachapante do Galo, até porque, as falhas de sempre e as chances claras de gol perdidos, continuam lá, a olhos vistos.
Foi um jogo feio, mas disputado, daqueles em que a raça e a vontade se sobrepuseram a tudo e a todos.
Um comportamento que já há algum tempo duvidávamos que alguns elementos do time tivessem.
Mas contra o time da Globo, isso não aconteceu! O que foi ótimo, garantiu o 1x0, e parece dar um alento à torcida.
Pierre foi mais cão de guarda que nunca.
Réver vem espantando, a cada dia, a desconfiança do torcedor.
Até o tão contestado Richarlyson vem mostrando força e vontade na marcação.
Será a tão esperada mudança  que a torcida tanto espera!?
Espero que sim, porque, se jogarmos do jeito que jogamos contra o time da imprensa (que segundo consta, já acertou financeiramente a conquista da Libertadores), ainda que feio e sem técnica, mas com raça e vontade, que é só o que a torcida espera, e por isso irá apoiar integralmente até o apito final, transformando o Independência no caldeirão que fará temer todos os adversários, podemos alcançar mais do que o que almejamos hoje.

#GaloNaVeia
Como muitos já sabem, dois dos quatro integrantes da GaloKombi se associaram ao Galo Na Veia.
E na estréia, a grata surpresa de uma entrada sem tumulto, com os lugares do programa devidamente marcados e belíssimas assistentes a recepcionar os torcedores.
Até mesmo a educação dos torcedores se fez presente, já que foi possível acompanhar o jogo sentado na maior parte do tempo, tendo que se levantar, apenas, nos lances mais perigosos, ao contrário do que vivi no jogo contra o Goiás, em que assisti o jogo no mesmo setor, mas os 90min. de pé. Geral a R$200,00 por mês, não dá.
Apesar dos babacas de plantão de sempre, que insistem em ficar de pé nos corredores, o trabalho dos seguranças e dos orientadores foi muito bom, impedindo que tal comportamento se torne permanente.
Ponto para o Atlético, que, até agora, tem mostrado competência na organização do programa. Esperamos que continue assim.

Um comentário:

  1. Bom texto! Três pontos importantíssimos, lutados, mas que não ofuscaram as falhas. E digo mais, ofensivamente o técnico Cuca deixa muito a desejar. As jogadas não encaixam, os jogadores não tem confiança nem objetividade quando tem chance de atacar. O time precisa melhorar para ter mais chances no campeonato. A evolução do Richarlysson está sendo muito positiva, na minha visão. Está acertando mais cruzamentos e desarmando com menos faltas. Falta um posicionamento na área, e qualidade na bola parada. O André, que fica plantado lá na frente, se movimenta pouco e é lento nas arrancadas.

    Quanto ao Independência, mesmo morando muito próximo ao estádio, só consegui conhecê-lo ontem. Definitivamente é nosso! mas precisa de mais organização na venda de ingressos e um trabalho de fiscalização de cambistas.

    ResponderExcluir