GaloKombi em vídeo

Loading...

terça-feira, 7 de agosto de 2012

CURTAS DO FIM DE SEMANA

1. A RODADA
Se o objetivo da CBF foi tentar prejudicar a liderança do Galo, com a chance do Vasco assumir a ponta, pelo adiamento da nossa partida contra o Flamerda, a CBF deu com os burros n'água. Afinal, com o empate do Vasco, que manteve a sina de ser segundo, e agora, novamente, só depende de nós manter a liderança a partir de nossas vitórias contra o Coritiba nesta quinta e contra o próprio Vasco no próximo domingo.
Quem sabe assim calamos os críticos e, definitivamente, fixamos nosso nome do rol dos pretendes ao título!?
Se o objetivo da CBF foi dar uma mãozinha para os urubus se organizarem, nas mãos de Dorival Jr., aí, só a rodada de meio de semana poderá dizer. Embora eu acredite que isso não será possível...

2. ADIAMENTO DO JOGO CONTRA O FLAMENGO
A desculpa para o adiamento do jogo contra o Flamengo, no último sábado, foi o péssimo estado do gramado do Engenhão. Ok, até aí, tudo bem. Muito já se falou sobre a possibilidade de se marcar a partida para o mesmo dia 04/08 em outro lugar, mas, agora, deixa pra lá... A questão é: se o pedido do Botafogo foi de suspensão dos jogos por 15 dias, porque o próprio Botafogo vai mandar seus jogos no Engenhão e, porque o nosso jogo contra o Flamíngua, remarcado para 26/09, foi designado para Volta Redonda.
Novamente, podemos suscitar a possibilidade de ajudinha da CBF aos clubes do Rio...

3. INGRESSOS E GALO NA VEIA
Mais uma vez a torcida do Galo mostra sua paixão e acaba com os ingressos de jogos consecutivos postos a venda. Isso aí já é matéria pronta. Tem jogo do Galo, pode saber que vai ter procura por ingressos. E, mais uma vez, a notícia é da quantidade de gente na fila que, no final, termina sem ingresso. Os problemas de sempre se repetem: cambistas, abusos na fila preferencial, o famoso jeitinho brasileiro.
Nesse ponto, como falamos no Galocast gravado ontem, já era hora do Galo, junto com a Ingresso Fácil e a BWA (que são sócias numa empresa de venda de ingressos) possibilitar a venda de ingressos pela internet. Se não  todos os lugares, pelo menos uma parte deles. Evitar o sofrimento, e muitas vezes, a humilhação, do torcedor, é dever do clube.
E na segunda-feira tivemos a notícia do encerramento das vendas do programa Galo Na Veia, que atingiu a a totalidade dos lugares. Que o programa seria sucesso,  ninguém duvidava, apesar do ritmo lento de adesões. É verdade que o preço mensal assustou muita gente, mas ao longo do tempo muitos viram os benefícios que o programa proporciona, e que agora representa importante fonte de renda ao clube. O que os torcedores, de modo geral, precisam parar de fazer, especialmente nas redes sociais, é tentar criar uma divisão entre os integrantes e os não integrantes do programa, sob a alegação de serem mais ou menos torcedores, a partir de sua adesão ou não ao Galo Na Veia, ou à sua opção de optar por outros locais do estádio. O fato de alguém ter o Galo Na Veia, não o faz mais atleticano por ter condições de pagar o preço, assim como, o fato de alguém optar por ir nos setores Magela do Independência, não o faz mais atleticano por ir no setor do "povão". Até porque, conheço gente que tem condições de comprar o Galo Na Veia e não comprou, assim como conheço gente que não tem condições de comprar o sócio torcedor, mas comprou, só pela certeza de poder acompanhar o Galo, em qualquer circunstância. Isso é uma bobagem, que tem parar entre os torcedores. Agora é esperar o lançamento de outro programa, para os demais setores do estádio

4. A DENÚNCIA DO KAJURU
Jorge Kajuru, polêmico jornalista, que fez as mais diversas denúncias, e ofensas, aos mais diversos personagens do futebol e da imprensa brasileira, e só ganhou processos judiciais por isso, atacou novamente, dizendo existir um complô de Ricardo Teixeira contra o Galo. De acordo com ele, Ricardo Teixeira teria dito a Eurico Miranda e a Reinaldo, que enquanto Alexandre Kalil estiver nos quadros diretivos do Atlético, e ele estiver na CBF, o Galo não ganhará nada.
Kajuru disse que ouviu isso em off de Eurico Miranda durante uma entrevista feita para seu programa Kajuru Entrevista, assim como Reinaldo lhe teria confidenciado a mesma coisa, ocorrida durante um jantar oferecido por Ricardo Teixeira aos vereadores de Belo Horizonte, após receber o título de cidadão honorários de BH, proposto pelo próprio Reinaldo.
Na minha modesta opinião, isso não poderia ter sido divulgado em pior hora, e  pode servir para atrapalhar nossa atual campanha.
Volto a frisar: o momento não poderia ser pior, nessa fase de paz que o Atlético vive, dentro e fora de campo. Como bem disse Cosme Rímoli em seu blog, a fase é ótima, pois o time está bem montado, boas contratações foram feitas, as contratações postas em dúvida (Ronaldinho e Jô) estão dando resultados, Cuca se tornou mais confiante, deixando suas superstições de lado, e, o mais importante, Kalil tem ficado quieto, calado, nem parecendo o falastrão e crítico que sempre foi, deixando os holofotes para aqueles que fazem o espetáculo.
Uma "denúncia" desta só serve para dar ibope ao cara, pois, tudo o que se refere ao Galo, é notícia e dá ibope, vende!
O próprio Alexandre Kalil já disse que não tem nada disso, que depois de sua visita na CBF, logo após sua posse, todas as diferenças foram resolvidas. O Atlético até renovou com a Globo, para 2017! Ou seja, parece que tudo está resolvido.
E, depois das declarações de Kalil, o próprio Kajuru já soltou em seu perfil no twitter que Kalil é sábio, e se está calado é porque sabe como o jogo deve ser jogado, pois bobo ele não é.
Como disse meu amigo João Paulo no twitter (@JohnnyBiguTunai): se o Kajuru já sabia disso, desde que Reinaldo lhe contou, porque só veio divulgar isso agora!?
Por isso, proponho a todos os leitores deste blog, passageiros da Kombi no twitter e no Facebok, para deixar isso de lado e esquecer completamente que isso foi divulgado.
O momento agora é outro! Um momento totalmente diferente na vida do Galo e de todos os Atleticanos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário