GaloKombi em vídeo

Loading...

domingo, 6 de novembro de 2011

CAMBALHOTA, SAMURAI DA BOLA

Não comentei o jogo contra o Palmeiras aqui, apenas no Galonautas, por questão de tempo. Quem quiser conferir, é só clicar aqui.
E contra o Grêmio, vi uma apresentação que ainda não tinha sido feita pelos atletas nesse ano de 2011, nem no campeonato mineiro.
Todo o time foi bem, com destaques para Renan Ribeiro, que defendeu muito, e no tiro a queima roupa defendido no segundo tempo, soltou um berro que parece ter enchido os jogadores da confiança que andava em falta na Cidade do Galo.
Daniel Carvalho, o maestro do meio campo, Filipe Soutto, a grata surpresa da base, e Pierre, que corrigiu a falha crônica de marcação no meio, e ainda, que diria (incluindo eu!) Marquinhos Cambalhota, que dá título a este post, também foram destaques.
E porque Cambalhota!? Porque ele fez um belo gol, num momento crucial do jogo!
Não é qualquer jogador que é capaz de matar a bola como ele fez e de imediato chutar pra gol. É jogada de jogador acima da média. Será que ele vai continuar assim, e não se machucar? Não sei, mas se fizer isso em mais cinco jogos, tá ótimo, resolve nossos problemas. Velho por velho (Cambalhota e Magno Alves têm 35 anos), prefiro cambalhota, pois mostrou que pode ser mais efetivo e perigoso.
O mais importante nesse momento foram, além dos 3 pontos, a recuperação da confiança para essa reta final. Isso pra mim parece claro! Essas três vitórias consecutivas demonstram que os atletas estão em sintonia com a comissão técnica, que melhorou muito com a saída de Barbiroto, cujo método de treinamento não foi bem aceito pelo Renan Ribeiro que, coincidência ou não, melhorou consideravelmente após a saída, além da chegada de Carlinhos Neves, que melhorou incrivelmente a condição física da maioria do elenco. Até Cambalhota voltou, e marcou!
Quem diria que Cuca daria jeito naquele amontoado de jogadores deixado por Dorival Júnior, que, aliás, passo a considerar como mais uma grande enganação do futebol. Deixar encostados Daniel Carvalho e Diego Souza, que mesmo fora de forma são bem melhores que aqueles que o ex-técnico escalava, como o sonolento Renan Oliveira. De 2010 pra 2011, acho que o prejuízo de Dorival foi maior que o de Luxemburgo, pois, o nível de contratações, e a pedido dele, foi muito maior...
Palmeiras e Grêmio são página virada, e 5 de 10 possíveis ataques cardíacos já foram.
Agora é firmar o pé pra cima do Figueirense, conquistar mais uma vitória e praticamente garantir a permanência da Série A!
A GaloKombi acelera com o Galo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário