GaloKombi em vídeo

Loading...

quinta-feira, 9 de junho de 2011

PERDEMOS E NÃO GOSTEI

Começo este post informando que não gostei do jogo de ontem.
Achei que o Dorival Júnior falhou ao insistir na escalação do Leandro na lateral, sem que qualquer justificativa houvesse para a ausência do Guilherme Santos. A nulidade do Leandro no ataque forçou Mancini a jogar mais aberto na esquerda que o normal contribuindo para diminuir nosso poder ofensivo.
Acredito também que Richarlyson não pode jogar junto com Filipe Souto. Os dois não se posicionam de forma correta. Parece que um atrapalha o outro.
E, por fim, Toró está vivendo ainda dos lucros do fantástico gol marcado no jogo contra o Atlético Paraguaiense. Ontem, ficou nítido que ele não tinha a mínima condição de ficar em campo.
Quando vi as três substituições feitas ao mesmo tempo, entendi que Dorival partiu pro tudo ou nada, e saiu para o abafa.
Depois da entrada de Berola, o ataque ficou mais agressivo, na correria, pressionando e fechando ainda mais a já difícil defesa tricolor. Muitos avaliaram que no segundo houve um bom jogo, mas não concordo.
Acho, sim, que o primeiro tempo foi horrível e o segundo, regular. No primeiro, muitas falhas. No segundo, mais vontande e garra que técnica. Tudo bem, isso pode ser bom, mas não é suficiente para alcançar as conquistas que almejamos nesse 2011.

No primeiro tempo o time se deixou marcar pelo adversário. Nenhuma bola conseguia chegar direito ao ataque. Muito chutão pra frente, e lançamentos pouco efetivos para as laterais. Nesse ponto, o Patric me surpreendeu positivamente. Mostrou muita vontade de superar suas limitações técnicas e se apresentou bem no jogo, tanto no apoio ao ataque, quanto na defesa, mesmo protagonizando erros bobos, que não se pode admitir em um jogador do Galo. Do outro lado, um único comentário: Leandro já deu. Acho que nem pra contar piada e animar o grupo, serve mais. Acaba por distrair os outros e perder o foco.
Como disse antes, o jogo contra o São Paulo seria O jogo. Aquele que poderia mostrar nossas falhas, e foi o que aconteceu. E um fato me chamou a atenção: voltamos a 2007, quando ficávamos rondando a área adversária, e não havia um chute de fora da área, nem mesmo alguém para finalizar.
O jogo de ontem demonstrou que precisamos de um lateral esquerdo (apesar deeu  considerar que já temos Guilherme Santos), um camisa 10 e um atacante de área que, ontem, fez falta.
Pra terminar: muitos disseram que o SPFW jogou como time pequeno e por isso o Galo não venceu. Foi, jogou sim! Mas e daí!? Que se dane todos os times que vierem enfrentar o Galo fechadinho! Temos que ter a qualidade e inteligência suficientes para abrir a defesa e marcar nossos gols. E mais, temos que ter atenção para evitar que um contra ataque acabe com nossas esperanças de vitória, que foi o que acontenceu ontem. O gol do SPFW foi exatamente após um contra ataque, em que todos bateram cabeça, situação que se repetiu em outro lance que, Graças a Deus, não se transformou em gol, por causa de Leonardo Silva que esticou a perna e desviou a bola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário