GaloKombi em vídeo

Loading...

segunda-feira, 2 de maio de 2011

MAIS UMA FINAL ENTRE ATLÉTICO E CRUCRU

Como já disse aqui, chegar à final do Campeonato Mineiro é obrigação para Atlético, Cruzeiro e América. Vencer o campeonato já é diferente.
Só é obrigação quando acontece a raridade de um time do interior chegar à final, como no ano passado, em que o Galo confirmou seu favoritismo e venceu o Ipatinga.
Em condições normais de temperatura e pressão, chegar à final é obrigação, já vencer, enfretando outro time grande, não, mas jogar bem e demonstrar raça e vontade, sim.
As marias chegam como favoritas ao título, pela campanha e pelo entrosamento, já garantido pela base mantida desde 2007.
Base essa que a duras penas construímos em 2009, com aquele desacreditado time de Celso Roth, mas que foi desmanchada em 2010 pelo pofexô e que, mesmo (re)criada pelo Dorival Júnior, no final de 2010, foi novamente desmontada em 2011 com a venda de importantes jogadores, o desligamento forçado de umas maçãs podres, fora outros bundões que pediram pra sair já que não aguentaram a pressão da Tropa de Elite.
O Clássico é tão importante e tão marcante que até rendeu uma edição inteira no programa Loucos por Futebol, na ESPN Brasil (clique aqui e veja a chamada)
Mas clássico é clássico e vice versa!
Dada a evolução do time, que ainda não está em sua condição ideal, mas que melhorou muito em relação às pavorosas apresentações neste campeonato, temos totais condições de vencer o campeonato. Os dois últimos jogos mostraram uma evolução considerável na saída de bola da defesa para o ataque. O gol do Serginho no sábado, contra o América, é a demonstração clara disso.
O que a torcida do Galo mais deseja é a dedicação e raça de nossos jogadores, e uma vitória no final, confirmando o título para, mais uma vez, calar a soberba, tão comum em nossas adversárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário