GaloKombi em vídeo

Loading...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

CONTRATAÇÕES: O QUE ESPERAR?

No futebol não podemos antecipar resultados dos novos contratadados, assim como se espera nas empresas. Nestas as contratações são baseadas e currículos e comprovação de experiência na área que será ocupada. Já no futebol, temos, apenas, uma expectativa do que poderá ser feito pelo novo contratado, o que não dá garantia nenhuma de resultado.
Exemplos assim, no passado recente do Galo, temos aos montes!
E, aproximando-se o fim do Campeonato Mineiro, nova rodada de especulações de contratações entram na pauta do Atlético.
Desta vez os nomes são de Keirrison, que já vem sendo assuntado desde o meio do campeonato; Carlos Alberto, depois de sua conturbada dispensa do Grêmio; e Emerson Sheik, também dispensado, de forma mal explicada, pelo Florminense.
Mas o que esperar de contratações? E o que esperar de certas contratações!?
Depois da satisfação Diego Tardelli e da decepção Diego Souza, fiquei partidário de não emitir comentários sobre jogador, tanto para o bem quanto para o mal.
Em 2009, Diego Tardelli, Correa e Jonílson, chegaram no Galo com uma imensa desconfiança da torcida e foram figuras decisivas naquele ano. Tardelli ainda seria mais necessário em 2010, diante da pífia campanha comandada pelo pofexô.
Aliás, a própria contratação do pofexô (que esta Kombi foi contra desde o princípio, quando foi anunciado em 12/12/2009 - clique aqui para conferir) que foi motivo de festa, se mostrou um desastre total. Isso passando pelo já falado Diego Souza, além das figuras de Daniel Carvalho, Renteria, Jairo Campos, Caceres, e muitos outros, só no período 2009/2011!
Por outro lado, tivemos grandes surpresas, nas verdadeiras apostas que fizemos: Magno Alves, que ninguém acreditava, por causa da idade e porque ser artilheiro no Ceará é uma coisa, no Galo é outra, totalmente diferente. O próprio Tardelli foi uma.
Ou seja, falar sobre contratações, antes de entrar em campo é uma coisa, depois é outra, pra melhor ou pra pior!
A questão, depois de todo esse falatório, é que em algumas contratações, já podemos falar de antemão: não vai dar certo.
A experiência nos permite dizer isso. E Carlos Alberto é um exemplo disso!
O currículo do cara evidencia o grande risco que sua contratação representa. Em temporadas recentes o único time em que fez um bom trabalho foi no Vasco rebaixado, sob comando do mesmo Dorival Júnior, que acredita que possa controlá-lo novamente, como acreditou que poderia controlar Jóbson e recuperar Diego Souza, e não conseguiu. Carlos Alberto é uma aposta arriscadíssima!
É, como muitos já disseram, a possibilidade de reeditar um novo episódio Ricardinho!
A mesma coisa pode ser a contratação do Emerson Sheik. Embora sejam circunstâncias distintas, a entrevista dada por ele ao Globoesporte.com mostra que a coisa também não é tão simples, e sua metralhadora disparou contra todos. Tudo o que o Galo não precisa nesse momento.
Já Keirrison é, mais uma vez, uma aposta. Digo mais uma vez, porque todos os times que o contrataram após sua saída do Coritiba, foram enganados. Keirrisson está mais para Cairo, que não passou de eterna promessa.
Acredito que Keirrisson seja mais um estelionato do futebol, assim como foram Kerlon Foquinha, Giovanni, Fábio Júnior, Ricardo Bueno, Tchô...
Ele já teve várias oportunidades, especialmente nesse Santos de inegável qualidade, mas continua o mesmo jogador apagado, que em nada lembra o atacante do Coritiba...
Em resumo: sou contra essas contratações. Keirrisson aparenta ser mais um engodo do futebol, sendo que já sofremos com Ricardo Bueno, enquanto Carlos Alberto é um vagabundo profissional, que já tivemos em nossos quadros na pessoa de Jóbson.
Acredito que, na atual retomada de rumo pela qual o Galo está passando, esses caras não valem o risco de botar tudo a perder, mais uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário